Histórias engraçadas do nosso dia a dia:

MISI

Cheirinho de quê???

Dicas curtas e rápidas, que podem ajudar no dia a dia do instalador:

Networking

Cabo UTP blindado?

 

Laboratório de Testes e Certificação

 

Cabo UTP Cat 5e Beta Cavi

 

Por Eng. Claudio de Almeida

 

Objetivo: Teste de performance no transporte de sinais de vídeo HD analógico em cabo UTP com balun com as novas câmeras 4 em 1

 

Dando continuidade aos testes de câmeras HD analógicas com cabos UTP e balun, agora foi a vez do Instituto CFTV testar o cabo BetaNet, um cabo UTP Cat5e da Beta Cavi, também o comparando com um cabo UTP CCA

 

O Instituto CFTV testou e comparou os 2 tipos de cabos com as 3 tecnologias de HD analógico do mercado.

Material fornecido pelo fabricante:

 

- 300 m de cabo UTP Cat 5e BetaNet  Duraflam LSZH, da Beta Cavi:

 

- 300 m de cabo UTP 24 AWG CCA obtido no mercado.

Especificações dos produtos testados

 

Estas são as especificações dos cabos testados:

 

Cabo UTP 24 AWG Cat 5e Beta Cavi:

 

 

A versão testada foi a primeira da lista, CAT 5e com capa Duraflam, mas também existem outras versões, tais como com proteção contra roedores  ou híbrida, com 2 condutores 2 x 0,75 mm2 para alimentação)

 

 

 

Cabo UTP 24 AWG CCA:

 

Foi fornecido para a comparação o cabo UTP CCA  mais utilizado pelo mercado de CFTV

 

 

Primeiras impressões

 

Visivelmente, o cabo UTP da Beta Cavi possui um excelente acabamento, bem superior ao cabo UTP CCA.

 

Mas o que me impressionou foi que a maioria dos cabos UTP, por serem formados por 4 pares de cabos par trançado com uma capa por cima, apresentam uma superfície bastante irregular, cheia de protuberâncias.

 

Não este cabo; sua superfície é bastante uniforme, podendo ser facilmente confundido com um cabo coaxial, como se pode perceber na foto abaixo, onde ele está próximo de um cabo coaxial Beta Cavi HD 8035:

 

 

E, como seu 'primo' coaxial, ele também é anti-chama Duraflam LSZH.

 

O fato de ter uma superfície lisa e uniforme facilita muito sua passagem por eletrodutos.

 

Seus condutores são de cobre puro, mais adequado para o envio de sinais de vídeo. A diferença já é perceptível pelo pelo peso das caixas de cabo: A caixa do cabo CCA é bem mais leve, devido à utilização do alumínio.

 

Metodologia de teste

 

Os cabos foram testados nos comprimentos de 100, 200 e 300 m. Para isso cada caixa foi dividida em um trecho com 100 m e outro com 200 m.

 

Os testes foram feitos simulando o pior caso: Com os cabos mantidos em suas caixas (não esticados) e conectados com emendas RJ 45  para se alcançar o comprimento maior, 300 m.

 

Para garantir o perfeito casamento de impedância entre os cabos UTP e as câmeras e o DVR, foram utilizados baluns HD nas conexões.

 

Os 2 tipos de cabos foram testados com as 3 tecnologias HD disponíveis no mercado: AHD, HD-CVI e HD-TVI.

 

Foram utilizadas as seguintes cartas de teste  para medir a atenuação do sinal de vídeo e a identificação de pessoas e placas:

 

 

Cartas de testeQuer ter um kit de cartas de teste como estas para fazer seus próprios testes? Clique em CONTATO e preencha seus dados, informando que deseja receber uma cotação. As cartas são impressas em papel fotográfico fosco no tamanho A3, em alta resolução.

 

Com cada câmera focalizando cada uma das cartas para cada um dos cabos e comprimentos testados, as imagens assim capturadas foram gravadas nos HDs dos DVRs correspondestes à câmera sob teste, para cada tecnologia HD (AHD, HD-CVI ou HD-TVI).

 

Todas as imagens foram gravadas na maior resolução suportada pela câmera sob teste (720p ou 1080p) e na maior qualidade permitida pelo DVR (menor compressão).

 

Para a última carta, o padrão de barras SMPTE, o sinal de vídeo resultante também foi analisado em um osciloscópio.

 

Abaixo, o sinal de vídeo  para cabos com 1 m de comprimento (sinal original, sem atenuação) :

 

AHD

 

                                    

HD                                                                                                           Full HD

 

HD-CVI

 

                                     

HD                                                                                                           Full HD

 

HD-TVI

 

                              

HD                                                                                                           Full HD

 

 

Para cada tipo de cabo e para cada um dos comprimentos acima foram analisados:

 

- Qualidade do sinal de vídeo

 

-  Fidelidade de cores,

 

- Definição dos traços;

 

- O ponto em que as cores começam a borrar;

 

- Identificação de pessoas;

 

- Perda de retorno;

 

- Identificação de placas.

 

- Atenuação do sinal de vídeo.

 

Resultado dos testes

 

O resultado dos testes de cabos UTP nunca é absoluto, pois não é possível testar-se o cabo por si só, sempre é necessário conectar o cabo à baluns de vídeo para casar a impedância de 100 ohms dos cabos com a impedância de 75 ohms das câmeras e DVRs.

 

Sendo assim, sempre é testado o conjunto cabo + balun e o resultado obtido é da performance desse conjunto.

 

Outro fator que influência nos testes dos baluns com as tecnologias HD, é que sempre é testado o conjunto câmera + baluns + cabo + DVR, ou seja, o resultado final da performance do cabo depende também da performance desses outros componentes.

 

Como seria impossível (e também inconclusivo) testar-se cada cabo com as várias marcas de câmeras, baluns e DVRs existentes no mercado, procurou-se utilizar um balun de um fabricante bastante conhecido e, para as câmeras e DVRs, optou-se pela utilização de 2 câmeras (720p e 1080p) e um DVR, todos do tipo flex, que funcionavam com as 3 tecnologias HD.

 

Como nada impede que um cliente utilize os cabos com produtos de qualidade inferior, procurou-se apresentar os resultados dos testes com bastante cautela, para que se tenha uma garantia de que os cabos testados funcionarão nos alcances obtidos, mesmo havendo uma variação na qualidade dos equipamentos utilizados em conjunto com os cabos.

 

O gráfico abaixo foi elaborado com base na média dos resultados obtidos para as  diferentes cartas de teste utilizadas, pela análise dos sinais de vídeo com o osciloscópio e pelos gráficos de atenuação.

 

E assim obteve-se o alcance dos cabos sob teste, para cada tecnologia, nas versões HD e Full HD:

 

 

Conclusão

 

Comparando os alcances obtidos com os alcances informados pelo fabricante do balun utilizado, com um cabo de rede 24 AWG, temos:

 

• Alcance com tecnologia HD-CVI

 

• Fabricante: 350 metros (720p) e 200 metros (1080p)

 

• Obtido:

 

• Beta Cavi 24 AWG Cat 5e: 280 m e 200 m, respectivamente;

 

• UTP 24 AWG CCA: 100 m e 70 m, respectivamente.

 

• Alcance com tecnologia HD-TVI

 

• Fabricante: 250 metros (720p) e 150 metros (1080p)

 

• Obtido:

 

• Beta Cavi 24 AWG Cat 5e: 280 m e 220 m, respectivamente;

 

• UTP 24 AWG CCA : 150 m e 170 m, respectivamente.

 

• Alcance com tecnologia AHD

 

• Fabricante: 250 metros (720p) e 150 metros (1080p)

 

• Obtido:

 

• Beta Cavi 24 AWG Cat 5e: 300 m e 280 m, respectivamente;

 

• UTP 24 AWG CCA: 130 m e 120 m, respectivamente.

 

O cabo UTP da Beta Cavi, para a resolução Full HD, conseguiu alcance igual e até superior ao especificado pelo fabricante do balun e, para a resolução HD, só teve um alcance menor do que o especificado pelo fabricante do balun na tecnologia HD-TVI.

 

Lembrando que o fabricante do balun não informa o critério de seus  testes, até que nível de sinal ele considerou aceitável para determinar os alcances informados nas especificações do balun.

 

O resultado obtido prova que o cabo UTP de alumínio cobreado tem performance bem inferior àquela obtida com o cabo UTP Cat 5e Beta Cavi de cobre puro.

 

 

 

 

Jan/2018

 

 

Outros artigos sobre cabeamento:

Cabeamento - parte 1 Introdução

Esta é a primeira parte de uma série de artigos sobre cabeamento em CFTV

 

 

Transmissão do Sinal de Vídeo

Existem vários meios de se transmitir o sinal de vídeo proveniente de uma câmera até o seu destino. Compare as vantagens e desvantagens de cada um.

Seu conector BNC é de 75 ou 50 ohms?

ATENÇÂO! Você pode estar usando o conector errado!

Quer saber quando novos artigos serão publicados?

Enviando formulário…

O servidor encontrou um erro.

Formulário recebido.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!

comments powered by Disqus

Copyright ©2014 Instituto CFTV - Todos os direitos reservados

Conforme a Lei 9.610/98, é proibida a reprodução total ou parcial deste site por qualquer meio e para qualquer fim, sem autorização prévia do autor.