UL 2802: Finalmente um padrão para teste de câmeras?

 

Por Eng. Claudio de Almeida

 

Quando precisamos especificar câmeras para um projeto, a comparação entre modelos de fabricantes diferentes é sempre um problema, pois não dá para se fiar muito nas especificações fornecidas, já que fabricantes diferentes podem utilizar métodos diferentes de teste, o que deixa essa comparação não muito confiável.

 

Visando uma solução definitiva para esse problema, em setembro de 2013, após 18 meses de preparação, o UL (Underwriter Laboratories) publicou a norma UL 2802, a primeira padronização de teste de performance para câmeras digitais, que contou com a participação dos seis principais fabricantes do mercado.

 

A norma UL 2802 define um método para determinar os padrões de qualidade de uma câmera digital através de uma série de testes de performance que serão conduzidos em um lote de 5 câmeras do mesmo modelo, tiradas da linha de produção do fabricante. A cada câmera será atribuída uma nota — de 0 a 100 — para cada um dos testes individuais.

 

Mas, o fato de uma câmera ter uma baixa pontuação em um item não significa necessariamente que ela não é boa; apenas que pode não ser indicada para uma certa condição de utilização.

 

Uma das primeiras câmeras a ser testada dentro dessa norma obteve o seguinte resultado:

Muito provavelmente, orgãos governamentais serão os primeiros a exigir produtos com essa certificação. Prevendo isso, os grandes fabricantes já estão iniciando o processo de certificação de suas câmeras.

 

As empresas que importam câmeras em OEM, montando-as aqui ou apenas colocando sua própria marca, terão que submetê-las à essa certificação — mesmo que já tenham sido certificadas pelo seu fornecedor — pois a marca e o modelo mudaram. Sendo assim, a câmera a ser certificada deverá ser enviada para o UL Brasil, que a enviará para seu laboratório de certificação no exterior.

 

Para quem quiser obter o arquivo em pdf da norma, ele custa a partir US$ 402,00 e pode ser obtido no site do UL

 

Essa é a primeira de uma série de cinco normas que serão criadas para avaliar por completo um sistema de vídeo digital. As outras serão para avaliar transmisssão, armazenamento, análise de vídeo e exibição da imagem.

 

Ago/2014

Quer saber quando novos artigos serão publicados?

Enviando formulário…

O servidor encontrou um erro.

Formulário recebido.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!

comments powered by Disqus

Copyright ©2014 Instituto CFTV - Todos os direitos reservados

Conforme a Lei 9.610/98, é proibida a reprodução total ou parcial deste site por qualquer meio e para qualquer fim, sem autorização prévia do autor.